POR QUE CAMPINAS?

Campinas é uma Cidade-Estado com uma extraordinária representatividade no plano do volume empresarial detendo um singular 110 lugar entre todas as cidades do país, no que se refere ao número de empresas ativas!

Em 11 de Fevereiro de 2015, enquanto o Brasil, como um todo, apresentava 17.164.363 empresas ativas, o Estado de São Paulo registrava 4.697.924 empresas ativas, representando 27,37% das empresas ativas no país (em 20. lugar vinha Minas Gerais que detinha 10,31 % e em 30. vinha o Estado do Rio de Janeiro com 8,74%). A cidade de São Paulo, sozinha, registrava neste dia, 1.615.478 empresas ativas (9,41 % do total de empresas no Brasil), enquanto Campinas, com 140.333, empresas situava-se num singular 110 lugar, entretodas as cidades do país (quase 6.000 cidades), situando-se inclusive à frente de 17 capitais de Estado.

 

CIDADES

2013

Variação: 2013-2014

2014

11/02/2015

PARTICIPAÇÃO NO TOTAL NACIONAL

1 - São Paulo

1.445.585

11,20%

1.607.450

1.615.478

9,41%

2 - Rio de Janeiro

593.024

12,82%

669.043

672.865

3,92%

3 - Belo Horizonte

296.563

12,35%

333.194

335.316

1,95%

4 - Brasília

281.313

12,98%

317.819

319.494

1,86%

5 - Curitiba

256.759

9,56%

281.308

282.365

1,65%

6 - Salvador

241.259

11,67%

269.410

271.392

1,58%

7 - Porto Alegre

233.708

7,50%

251.236

252.021

1,47%

8 - Fortaleza

215.999

12,08%

242.084

243.626

1,42%

9 - Goiânia

170.009

12,41%

191.108

192.309

1,12%

10-Recife

145.243

10,96%

161.157

162.164

0,94%

11-Campinas

125.059

11,58%

139.538

140.333

0,82%

12-Manaus

115.044

9,71%

126.211

126.917

0,74%

13-Guarulhos

97.142

13,62%

110.375

111.096

0,65%

14-Belém

85.204

13,02%

96.296

96.910

0,56%

15-Ribeirão Preto

82.287

11,28%

91.572

92.063

0,54%

16-Campo Grande

78.868

12,09%

88.406

88.984

0,52%

17-São Luís

79.614

10,19%

87.729

88.346

0,51%

18-Cuiabá

74.366

10,82%

82.410

82.823

0,48%

19-Natal

74.080

10,72%

82.021

82.502

0,48%

20-Uberlândia

69.111

12,46%

77.719

78.192

0,46%

21-Maceió

68.869

11,57%

76.840

77.317

0,45%

22-São Bernardo Do Campo

67.042

12,69%

75.547

76.015

0,44%

23-Florianópolis

63.682

12,15%

71.418

71.786

0,42%

24-Sorocaba

61.380

13,71%

69.795

70.265

0,41%

25-Londrina

63.181

10,60%

69.878

70.217

0,41%

Fonte: Empresômetro (http://www.empresometro.com.br/Site/Estatisticas)

 

Os números da tabela acima mostram que Campinas reúne, inequivocamente, os elementos essenciais para atrair investimentos empresariais em tecnologias voltadas para gerar produtos e processos de alto valor agregado. Sua vocação, consumada em décadas, para atividades empresariais nessa direção recrudesce hoje na consolidação do empreendedorismo inovador micro-empresarial que tem na incubadora NADE da CIATEC um ambiente de suporte altamente propicio, que ensejou a oportunidade para incubação de uma centena de micro-empresas, com uma taxa de sobrevivência competitiva superior a 50%, índice realmente significativo no seio deste mercado.

No universo dos 5570 municípios do Brasil (2012), 638 dos quais compõem o Estado de São Paulo, Campinas é, sem dúvida, a mais surpreendente dentre estes. É a Cidade da Ciência, Tecnologia e Inovação. Com uma população estimada, em Julho 2014, de 1.154.617 habitantes e uma área de 794,5 km2, Campinas agasalha a maior densidade de instituições de pesquisa cientifica e tecnológica do país, com uma significativa oferta de formação de capital humano de altíssima qualificação para fomento do empreendedorismo inovador e de suporte tecnológico para indústrias de ponta. Varias dessas instituições detém reputação internacional nos seus campos de atuação (UNICAMP, PUC-Campinas, CNPEM – Centro de Pesquisa em Energia e Materiais, IAC – Instituto Agronômico de Campinas, ITAL – Instituto de Tecnologia de Alimentos, IB - Instituto Biológico, IZ – Instituto de Zootecnia, a CATI – Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, LARA/SP - Laboratório Regional de Apoio Animal, EMBRAPA Monitoramento por Satélite, e vários outros). Some-se a isso a presença uma rede logística de alto valor estratégico: a maior rede de transporte rodoferroviário do Estado passa por Campinas, o maior porto de exportação do pais está na vizinha cidade paulista de Santo, a expansão ao Aeroporto de Viracopos, que logo será o maior aeroporto internacional de passageiros e carga da América do Sul e o fato de Campinas ter o 2º. maior PIB do Estado, e temos uma substantiva resposta positiva a questão: Por que empreender em indústrias densas em conhecimento nesta surpreendente cidade de Campinas?

 

 

A excelente localização (96 km da capital do estado de São Paulo) faz com que seja a primeira das 10 cidades mais prósperas do Brasil com um PIB de 24 bilhões de dólares. O PIB da cidade é equivalente a diversos países da América Latina, como a Bolívia e o Paraguai. Seu PIB per capita é de aproximadamente USD 19.820, maior do que a média do estado de São Paulo, que é USD 17.301. Campinas possui mais de 70.000 empresas e é a terceira maior região de manufaturado do Brasil. Além disso, 50 das 500 maiores em empresas do mundo estão presentes na cidade e na sua região metropolitana.

Em muitos aspectos, Campinas é uma das cidades mais atrativas para investimento no Brasil. Suas vantagens competitivas incluem uma sólida infraestrutura logística, estrutura para pesquisa e treinamento da força de trabalho, e um sistema diversificado de produção.

 

Inovação Tecnológica: Incubação de Empresas densas em conhecimento

 

 

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo 
Exporta Campinas, auxilia e habilita pequenas e médias empresas do município a exportarem seus produtos de forma mais eficiente, com o auxílio de alguns parceiros ao longo do projeto.